Após levar o Chiron aos 490 km/h a Bugatti já está noutra e muda “o foco”

  • Redação Autoportal
VÍDEO: Bugatti deixa os recordes: "Foi a última vez"
Presidente da casa de Molsheim anuncia o fim das tentativas de recordes

Na segunda-feira, a Bugatti mostrou o Chiron a ultrapassar a mítica barreira das 300 mph (482.803 km/h) chegando a atingir a velocidade máxima de 490,484 km/h (304,773 mph).

Nesta terça-feira, o presidente da Bugatti, veio fazer uma revelação: esta foi “a última vez” e a casa de Molsheim não vai atrás de mais recordes e vai mudar “o foco” para “outros projetos.

Todos ficamos a aguardar e, entretanto, deixamos aos leitores a tradução das palavras de Stephan Winkelmann.

“Senhoras e Senhores,

Hoje é um dia perfeito para a Bugatti. Somos o primeiro fabricante a quebrar a barreiras das 300 milhas por hora. E isto mostra aquilo do que os homens e as mulheres da Bugatti são capazes.

Entusiastas de automóveis de todo o mundo esperaram por este momento. Eles motivaram-nos. E nós ouvimos bem o que disseram.

Por isso, este recorde mundial é para vós.

No entanto, Senhoras e Senhores, esta foi a última vez para nós.

Fomos os primeiros a atingir este marco incrível. E gravámos para sempre os nossos nomes nos livros de história.

A partir de agora, as nossas mentes e o nosso foco ficarão em projetos diferentes.

Mas uma coisa é certa: teremos um grande futuro pela frente.

Viva a marca!”

  • TEMAS:
  • Bugatti

  • Stephan Winkelmann

  • Bugatti Chiron

Veja mais