Já experimentámos os novos Dacia Sandero e as encomendas estão abertas

Modelo campeão de vendas da Dacia redefiniu-se à terceira geração. E as novidades entre 11 versões são mesmo muitas

Os novos Dacia Sandero e Sandero Stepway estão a chegar. Janeiro próximo é a altura em que vão estar nos concessionários. Mas as encomendas já estão abertas a partir desta terça-feira dia 15. Mais abaixo, revelamos-lhe todos os preços.

Campeão de vendas da Dacia, o Sandero chegou à terceira geração para se redefinir. E redefinir o essencial é a pedra de toque do novo modelo. O essencial de que se fala vai do design à segurança. Já o preço, também ele essencial, mantém-se no patamar mais baixo do mercado.

Distribuídas por três níveis de equipamento e três motores, o Sandero e o Stepway oferecem um total de 11 versões. Com novidades no design exterior e interior incluindo a ergonomia, nas tecnologias, nos assistentes à condução e nos motores, o novo Dacia estreia-se com a plataforma modular CMF-B da Renault.

Esse ‘upgrade’ basilar permite-lhe crescer e reflete-se na agradável dinâmica da condução, como pudemos experimentar numa ida e volta a Leiria a assinalar a entrada do grupo MCoutinho no universo de revendedores Renault e Dacia. Para lá, fomos no Sandero de 90 cv; para cá, viemos no Stepway de 100 cv Bi-fuel – ambos com caixa manual de 6 velocidades, ambos com o equipamento Confort.

O novo Dacia Sandero está mais baixo, maior, mais espaçoso para passageiros, arrumação e carga. Está muito atrativo no novo design com destaque para as novas luzes LED de série com a também nova assinatura em Y.

Tem novas comodidades como a regulação do banco em altura e do volante em profundidade e altura, a direção elétrica em estreia, assim como outras regalias como o apoio de braço para o condutor ou o teto de abrir (pela primeira vez em opção).

Com a ergonomia bem delineada, encontrar a posição ideal para a viagem não é difícil. A condução é-o muito menos. O Dacia Sandero com o motor 1.0 turbo de 90 cv e transmissão de 6 velocidades mostrou chegar para as encomendas de um percurso dividido entre autoestrada e estradas nacionais. E gostámos muito dele.

De condução fácil, com uma caixa suave no meio da recorrência nos percursos mais urbanos e uma direção competente, o Sandero de interior sóbrio, mas já com um nível de conforto assinalável neste nível de equipamento proporcionou-nos uma viagem tão tranquila como confortável não obstante as contrariedades do mau tempo.

O Sandero Stepway reforçou-se com um espírito de crossover que o deixa mais alto em relação ao solo, recebendo um capô mais musculado (que não escapa à vista) e assumindo uma personalidade off-road que se realça em pontos como o envolvimento dos faróis de nevoeiro e as proteções no para-choques ou as barras de tejadilho (com uma opção modular) – assim como os detalhes no interior, como nos bancos ou no tabliê.

Para cá viemos no Stepway com 1.0 turbo de 100 cv Bi-fuel – uma versão que oferece uma autonomia superior a 1.000 km fruto do seu depósito de 50 litros para gasolina e de 40 litros para gás de petróleo liquefeito. Não recorremos à rodagem em GPL, mantivemo-nos maioritariamente em autoestrada e, com a chuva constante, deixámos para outra ocasião uma experiência mais alargada.

As diferenças de andamentos na viagem chuvosa não deixaram de fazer-se sentir e, além de reforçar com uma segunda opinião o trabalho da caixa manual de 6 velocidades, tentámos fazer uma média acima dos 100 km/h para ver o consumo: e, num percurso superior a 130 km, com muitas passagens de caixa e alternâncias de velocidades, gastámos na ordem dos 7 l/100 km.

O cartão-chave mãos livres, o travão de estacionamento elétrico, a travagem ativa de emergência, o aviso de ângulo morto ou a assistência (traseira e dianteira) ao estacionamento são algumas das outras novidades introduzidas nos novos Sandero, que já foram detalhadas na apresentação internacional em Paris – como as novas opções para os sistemas multimédia.

Agora, convém discriminar quer os diferentes níveis de equipamento quer as novas motorizações para, depois, se falar dos preços.

O nível de equipamento Access no Sandero oferece dispositivos como a travagem de emergência ou o sistema de ajuda ao arranque em subida. O Essential já tem o banco traseiro com encosto rebatível, regulador e limitador de velocidade, trancamento elétrico das portas, sistema multimédia Media Control e comandos no volante.

O Confort acrescenta no Sandero, entre outros, revestimento de tecido no painel de bordo e os apoios de braço nas portas dianteiras, o sistema de ajuda ao estacionamento traseiro, os faróis de nevoeiro, o ar condicionado manual, o sensor de luminosidade e de chuva, os elevadores elétricos de vidros traseiros, o apoio de braço no banco do condutor, o volante regulável em altura e em profundidade ou o sistema multimédia Media Display.

No Sandero Stepway Essential ganham destaque a grelha dianteira cromada com inscrição Stepway em preto, as proteções dianteira e traseira cromadas, as barras de tejadilho longitudinais em preto ou os estofos específicos Stepway com inserções e pespontos laranja.

O nível Confort do crossover da Dacia acrescenta a inscrição na grelha em cromado, os retrovisores exteriores elétricos na cor da carroçaria, as barras de tejadilho longitudinais modulares, os manípulos interiores das portas em cromado acetinado, o volante Soft Feel, a câmara de marcha-atrás, o ar condicionado automático ou o sistema Media NAV no infoentretenimento.

No que respeita aos motores (de 3 cilindros, a gasolina), a gama começa no 1,0 litros atmosférico de 65 cv com caixa manual de 5 velocidades (apenas para o Sandero), passa pelo 1,0 litros turbo de 90 cv, com opção pela caixa manual de 6 velocidades ou pela automática CVT, e termina no 1,0 litros turbo de 100 cv Bi-fuel.

Tabela de preços do Dacia Sandero.

Sce 65 FAP Access: 9.000 €

Sce 65 FAP Essential. 9.750 €

Tce 90 FAP Confort: 13.250 €

Tce 90 CVT FAP Confort: 14.550 €

Tce 100 Eco-G Bi-fuel Essential: 11.500 €

Tce 100 Eco-G Bi-fuel Confort: 13.500 €

Tabela de preços do Dacia Sandero Stepway:

Tce 90 FAP Essential: 13.250 €

Tce 90 FAP Confort: 14.740 €

Tce 90 CVT FAP Confort: 16.050 €

Tce 100 Eco-G Bi-fuel Essential: 13.500 €

Tce 100 Eco-G Bi-fuel Confort: 15.000 €

RELACIONADOS

Dacia Spring apresenta-se como “o elétrico mais barato da Europa”

Eis o novo Dacia Sandero: tudo o que precisa de saber sobre a mudança

Dacia mostra os novos Sandero e Logan que chegam com design aprimorado

Guiámos o Dacia Duster Bi-Fuel: o SUV aventureiro para todos

Dacia reforça aposta no bi-fuel com motor Eco-G

COMPUTADOR DE BORDO

Fique a saber como são as novas cartas de condução

Descontos nas portagens das ex-Scut de Algarve e Interior vão até aos 55%

Largue o telemóvel: conheça as alterações ao Código da Estrada

VEJA MAIS

MAIS LIDAS