Volvo Concept Recharge antecipa os futuros modelos da marca

  • 4 jul, 12:45

Uma nova filosofia, seguida desde a sua base, está a levar a Volvo a um grande ponto de viragem, mas que não esquece as suas origens

O novo Volvo Concept Recharge pode ser considerado como uma visão futurista do que a marca está a reservar para um futuro cada vez mais próximo.

Para a Volvo, a eletrificação não consiste apenas num ajuste de tecnologia com o objetivo de modificar algumas das suas motorizações. A entrada neste novo mundo de eletrificação representa mesmo um novo paradigma no desenho dos seus futuros modelos, tal como podemos ler no comunicado divulgado à imprensa.

PUB

A primeira geração de modelos elétricos da Volvo ainda convive com diversos outros modelos da geração dos motores de combustão e tem obrigatoriamente de ser pensada tendo em conta a presença desta mesma motorização, mas também de um sistema elétrico e de um conjunto de baterias.

Na futura geração tudo será diferente e a base do conceito está na simplicidade da expressão: “menos, mas melhor”. Isto quer dizer que vamos encontrar uma simplicidade de linhas claramente mais evidente, mas também habitáculos de fundo plano e um espaço otimizado com a vantagem de já não estar presente um motor de combustão e tudo o que este inclui.

PUB

Nos novos modelos, o conjunto de baterias estará presente sob o habitáculo, numa posição plana, o que permitiu aos designers aumentar consideravelmente a distância entre eixos e o tamanho das rodas, mas mantendo a posição de condução mais elevada que já conhecemos da gama de SUV da marca nórdica.

A grande vantagem, de acordo com a marca, está num habitáculo muito mais amplo e adequado para transportar uma família, com novos e amplos espaços de arrumação, mas sempre com linhas limpas e fluídas, com materiais naturais e uma inspiração de desenho escandinavo. E ao qual se acede através de quatro portas que abrem num ângulo de 90 graus e num sentido contrário entre a porta dianteira e a traseira.

PUB

Neste Volvo Concept Recharge, o sistema de infoentretenimento está centrado num monitor de 15 polegadas que todos poderão apreciar, no centro do tablier, mas também com linhas limpas e simples, criando um ambiente acolhedor, sereno e muito cativante.

Os sistemas de iluminação mantêm o traço vertical nas óticas traseiras e o martelo de Thor nas óticas dianteiras, sendo que estas incluem uma zona escamoteável que intensifica esta forma quando os sistemas de iluminação se adaptam para os momentos de condução noturna.

PUB

Ainda na secção dianteira, a tradicional grelha frontal foi substituída por uma espécie de escudo fechado que inclui o símbolo da marca iluminado, algo que também acontece na secção traseira, com a iluminação das letras que formam a palavra Volvo.

Resta comentar o facto de ainda não termos referido a palavra segurança num texto sobre um Volvo do futuro, mas se olhar para as imagens deste modelo, vai descobrir uma presença estranha no tejadilho do Concept Recharge. Trata-se de um LIDAR, um radar capaz de detetar tudo o que rodeia este modelo e fazê-lo reagir perante qualquer eventualidade.

Continuar a ler

RELACIONADOS

Volvo XC90 em projeto de veículo autónomo com a chinesa Didi

Volvo reforça parceria com Nvidia para a condução autónoma

Volvo XC40 100% elétrico já chegou a Portugal: saiba com que preços

Volvo aumenta o número de fábricas alimentadas a eletricidade renovável

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS