Ford apresenta o novo crossover Puma

  • Redação Autoportal
VÍDEO: Já chegou o novo Ford Puma
O novo crossover apresenta uma inspiração de SUV compacto

A Ford revelou esta quarta-feira o novíssimo Ford Puma, um crossover compacto de inspiração SUV que reúne um design exterior atraente, a melhor capacidade de carga da classe e uma sofisticada tecnologia de propulsão mild-hybrid.

O novo Puma introduz um novo capítulo na identidade de design da marca norte-americana, adoptando detalhes de estilo carismático, tais como os distintivos faróis dianteiros posicionados no topo dos guarda-lamas e as linhas atléticas e aerodinâmicas.´

As proporções compactas típicas de um crossover resultam numa elevada altura ao solo que proporciona uma experiência de condução confiante e segura, e possibilitam também uma capacidade de bagagem de 456 litros. Com os bancos traseiros totalmente rebatidos, formando um piso plano, o flexível compartimento de carga pode acomodar facilmente uma caixa com 112 cm de comprimento, 97 cm de largura e 43 cm de altura.

O novo Puma utiliza a arquitectura Ford para modelos do segmento B, recorrendo a uma distância entre eixos e a vias optimizadas de forma a exibir proporções SUV bastante apelativas ao olhar.

O Puma apresenta uma linha de tejadilho baixa e inclinada, criando uma silhueta forte e facilmente reconhecível, e resiste à tendência dos perfis laterais mais salientes, típicos dos crossovers, contrapondo um design “anti-cunha” com uma linha de cintura mais plana que revela proporções equilibradas.

A expressiva secção dianteira apresenta faróis de concepção bastante sofisticada, em “forma de canoa”, em posição elevada nos guarda-lamas, enquanto as luzes de nevoeiro, em LED, estão posicionadas logo abaixo, integradas nas entradas de ar dianteiras tipo cortina, cuja função é fazer passar o ar pelas rodas dianteiras para reduzir a turbulência e melhorar a aerodinâmica. Estendendo-se para além da grelha dianteira, instantaneamente reconhecível, os faróis conferem ao Puma um design dianteiro arrojado e aerodinâmico, bem como uma expressão amigável.

O novo SUV da Ford vai contar com duas versões, o desportivo Puma ST-Line e o Titanium, reflectindo as preferências individuais dos clientes.

A versão Titanium possui as exclusivas jantes de liga leve maquinadas de 18 polegadas cinza Pearl Grey e elementos cromados na grelha, saias laterais e luzes de nevoeiro. Na traseira, o difusor aerodinâmico e a protecção inferior apresentam um acabamento em cinza metalizado; as molduras das janelas são em preto brilhante. No interior, o Puma Titanium dispõe de um volante com efeito de couro, aplicações em imitação de madeira no painel de instrumentos, e inserções exclusivas em tecido nos painéis das portas.

Já  o Puma ST-Line, de inspiração Ford Performance monta, de série, jantes de 18 polegadas, oferecendo, em opção, jantes de 19 polegadas em preto mate maquinadas e suspensão desportiva com molas e amortecedores com afinações específicas. Na secção dianteira, a grelha do ST-Line apresenta elementos em preto mate e moldura brilhante, luzes de nevoeiro com molduras brilhantes e, em opção, um spoiler funcional de maiores dimensões no tejadilho.

No interior os bancos dianteiros estão dotados de massagem lombar, uma estreia no segmento, revitalizam os músculos cansados e contribuem para viagens mais descontraídas. O Sistema de massagem de três bolsas apresenta três níveis de intensidade e ajuste dos movimentos rotativos.

As costas dos bancos dianteiros apresentam um design esculpido em termos de espessura, o que maximiza o espaço ao nível dos joelhos para os passageiros que viajam atrás. Por sua vez, o contorno dos bancos traseiros foi projetado para melhorar a entrada e saída no habitáculo. O banco do condutor possui também regulação em altura.

Além disso, um tecto de abrir panorâmico a todo o comprimento, composto de dois painéis em vidro reforçado e escurecido a quase toda a largura do tejadilho, cria uma sensação ainda mais arejada e espaçosa para todos os ocupantes.

Para manter os condutores sempre ligados nas suas movimentadas vidas profissionais e sociais, o Puma oferece algumas características inovadoras, como uma base de carregamento sem fios (wireless) para recarregar em andamento, e sem qualquer esforço, os smartphones.

A central multimídia “Sync 3” com ecrã de 8 polegadas, conetividade com Android Auto e Apple CarPlay, sistema de som B&O de 575 watts e 10 alto-falantes e novo painel de instrumentos digital de 12,3 polegadas, totalmente configurável.

Destaque ainda para a tecnologia de modem integrado FordPass Connect que torna o novo Puma num hotspot WiFi móvel com capacidade para conectar até 10 dispositivos.

Em matéria de motorizações o novo Puma vai contar com uma ampla gama de sofisticadas motorizações Ford a gasolina (EcoBoost) e Diesel (EcoBlue), conjugadas com o sistema Auto Start-Stop (de série), que reduz ainda mais os custos de utilização, e com transmissão manual de seis velocidades.

O motor EcoBoost 1.0 de 125 CV de potência terá emissões de CO2 de 131 g/km e consumo de combustível de 5,8 l/100km. Uma versão Diesel com transmissão automática de sete relações e dupla embraiagem juntar-se-á mais tarde à gama.

Os clientes do novo Puma vão estar entre os primeiros a beneficiar da sofisticada arquitetura mild-hybrid da Ford, concebida de raiz para proporcionar os mais baixos consumos e, ao mesmo tempo, complementar a experiência do prazer de condução Ford com um desempenho mais potente e ágil.

A tecnologia EcoBoost Hybrid reforça o motor a gasolina EcoBoost de 1,0 litros do Puma com um sistema integrado motor de arranque alternador, de 11,5 kW e comandado por correia (BISG). Substituindo o alternador normalmente utilizado, o BISG permite a recuperação e armazenamento da energia geralmente perdida durante a travagem e com o veículo em desaceleração, para carregar um conjunto de baterias de iões de lítio refrigeradas a ar de 48 volts.

O BISG também atua como um motor, integrado eficazmente com o motor de três cilindros, de baixo atrito, e usando a energia armazenada para assistir o binário durante a condução normal e aceleração, bem como para fazer funcionar os acessórios elétricos do veículo.

Proposto nas variantes de 125 CV e 155 CV, o sistema mild-hybrid inteligente e auto-regulado monitoriza continuamente a forma como o veículo está a ser utilizado para determinar quando e com que intensidade deve carregar a bateria, para um benefício optimizado, e quando utilizar a carga armazenada na bateria.

Puma é o novo crossover da Ford
  • TEMAS:
  • Ford

  • Puma

  • Crossover

Veja mais