e-Bulli: o clássico 'Pão de Forma' da Volkswagen 100% elétrico

  • Redação Autoportal
Novo modelo foi revelado agora pela marca germânica

Volkswagen Commercial Vehicles (VWCV) apresentou agora o e-Bulli, um veículo totalmente elétrico, que tem por base a conversão do popular T1 Samba Bus, num veículo elétrico.

Produzido pela Volkswagen em 1966, o T1 Samba Bus foi um dos modelos mais populares da marca germânica e foi recuperado numa versão totalmente elétrica que a Volkswagen Commercial Vehicles pretendia apresentar Techno Classica 2020 em Essen na Alemanha.

Com o certame adiado, a VWCV veio agora mostrar como converteu o icónico ‘Pão de Forma’ numa exclusiva variante elétrica.

O modelo conta com um motor elétrico de 83 cv de potência e um binário de 212 Nm, que ocupa o lugar do bloco original a gasolina de 44 cv e um binário de 102 Nm.

A velocidade máxima é limitada eletronicamente a 130 km/h para proteger a bateria de 45 kWh de de iões de lítio colocada sob o piso do veículo e que permite uma autonomia de mais de 200 quilómetros e pode ser recarregada até 80% em 40 minutos, em postos de 50 kW.

A transmissão da energia é feita por meio de uma caixa automática que está posicionada entre o condutor e o banco do passageiro da frente.

As configurações do seletor da transmissão automática (P, R, N, D, B) são reveladas ao lado da alavanca e na posição B, o condutor pode variar o grau de recuperação da energia ao travar.

Este Volkswagen e-Bulli foi submetido a profundas alterações face ao modelo original, nomeadamente ao nível do chassis para albergar eixos multibraços com amortecedores ajustáveis, bem como um sistema de travagem com discos ventilados em todas as rodas, o que contribui para uma nova dinâmica e conforto.

No exterior destaque para os faróis redondos, como manda a tradição, em LED com luzes diurnas e um indicador de carga na traseira.

No interior a Volkswagen Commercial Vehicles conseguiu uma interessante harmonia entre o clássico o moderno, recorrendo a um velocimetro basedao no original, enquanto um 'display' de dois dígitos integrado mostra o lado moderno deste modelo.

O 'display' digital no velocímetro analógico fornece ao condutor uma variedade de informações, incluindo a autonomia.

Interessante é a colocação de um ecrã de infoentretenimento no teto sobre a consola, onde se pode aceder a informações on-line através do aplicativo do smartphone.

Já o rádio colocado na consola central revela todo o seu estilo retro, bem ao exemplo do modelo utilizado em 1966, mas equipado com tecnologia DAB+, Bluetooth e conta com entradas USB.

O interior, com espaço para oito ocupantes, apresenta um esquema de dois tons 'Saint Tropez' e 'Saffrano Orange', conta com um piso de madeira maciça e bancos em pele branca, que revelam o requinte deste e-Bulli EV.

A Volkswagen Commercial Vehicles já fez saber que todos aqueles que pretendam uma conversão do VW T1 no elétrico e-Bulli vão ter de pagar um valor que arranca nos 64.900 euros.

  • TEMAS:
  • E-Bulli

  • T1 Samba Bus

  • Volkswagen Commercial Vehicles

Veja mais