A produção do primeiro carro da Ineos, o SUV Grenadier, será adiada para julho de 2022

  • Redação Autoportal
  • 13 mai, 02:46
AutomotiveNews Europe

A fábrica do SUV Ineos Grenadier esteve prevista para Estarreja em Portugal, mas o COVID-19 mudou os planos da marca e o modelo será produzido em França

De forma a assegurar que as metas de testes bastante rigorosas sejam cumpridas após os vários adiamentos do ano passado, devido à pandemia do COVID-19, a Ineos anunciou que a produção do Grenadier será adiada para julho de 2022.

A empresa petroquímica britânica do multimilionário Jim Ratcliffe anunciou em dezembro que fabricaria o off-roader em Hambach, França, a partir do final de 2021, após um acordo para dar início à produção numa fábrica gerida pela Daimler.

PUB

Desta forma a Ineos  abandona os planos de construir uma fábrica no País de Gales e, ao mesmo tempo, começa finalmente a poder indicar uma data (mais provável) para os potenciais clientes deste SUV.

"Temos apenas uma oportunidade de acertar as nossas metas de qualidade e desempenho para o Grenadier. Não vamos economizar", disse o CEO da Ineos Automotive, Dirk Heilmann.

Na quarta-feira, a Ineos afirmou em comunicado que mais de 130 protótipos de segunda fase serão testados em ambientes extremos ao redor do mundo. O Grenadier é visto como um rival potencial do Land Rover Defender.

PUB

(Fonte: Automotive News Europe)

Continuar a ler

RELACIONADOS

Ineos Grenadier 4x4 vai ser produzido na fábrica da Smart em França

Ineos já escolheu substituta de Estarreja para a produção do Grenadier

Ineos desiste da fábrica em Estarreja devido à covid-19

Vídeo: novo Defender mede forças com três pesos pesados do todo-o-terreno

COMPUTADOR DE BORDO

Governo irá reduzir 50% do valor das portagens nas ex-SCUT em 1 de julho

Desconfinamento: 10 Dicas para o seu carro

Saiba como deve circular em rotundas de forma correta

VEJA MAIS

MAIS LIDAS