Bell notification
Deseja receber notificações
autoportal.iol.pt
Permitir
Anular

Elétrico sem carta por 7 mil euros: Citroën lança o AMI

Citroën AMI: o citadino elétrico para todos
Apresentação do Citroën AMI
Citroën Ami: a mobilidade urbana para todos
Citadino é a nova aposta da marca francesa para a mobilidade urbana

A Citroën revelou nesta quinta-feira em apresentação internacional o AMI, o novo veículo que pretende revolucionar a mobilidade urbana com o acesso sem carta a um citadino 100% elétrico de (muito) baixo custo.

Dentro da estratégia «Em 2020 a Citroën será elétrica para todos», que inclui este «Silent Urban Vehicle» («Veiculo Urbano Silencioso) 100% elétrico [como pode ver no artigo relacionado], a Citroën vai começar por lançar o AMI em França para depois alarga-lo aos outros mercados onde se inclui Portugal.

Foi na Arena La Défense, em Paris, que ficámos a conhecer este «Urban Mobility Object» («Objeto de Mobilidade Urbana») e as suas características ‘pessoais’ e já definidas para o mercado francês.

O Citroën AMI é um veículo de dois lugares elétrico feito para a cidade com 2,41 m de comprimento, 1,39 m de largura e 1,52 m de altura. O seu peso fica nos 485 kg já incluindo a bateria de 5,5 kWh que lhe dá uma autonomia de 70 km, que pode ser carregada em três horas numa tomada doméstica de 220 V.

Com um motor de 6 kW, o AMI atinge a velocidade de 45 km/h ficando enquadrado dentro dos quadriciclos elétricos que dispensam a carta de condução (acessível em França, assim, a parir dos 14 anos).

Também em França, o Citroën AMI é lançado ao preço de 6.900 euros, mas com outras opções de aquisição (e utilização) que incluem a compra online e a entrega em casa. O aluguer de longa duração ficará ao preço de 19,99 euros mensais (com uma entrada de 2.644 euros) – estas duas opções beneficiando de um incentivo de 900 euros.

Este citadino costumizável em sete variações de personalização, com teto panorâmico, jantes de 14’’ e composto por materiais aproveitados por outros veículos do grupo, como os plásticos reutilizados, estará também acessível pelo serviço de partilha Free2Move com o preço de 26 cêntimos no mercado francês.

O Citroën AMI tem chegada a Portugal prevista lá mais para o final do ano estando ainda por definir como serão os valore relativos ao nosso mercado e à nossa realidade, que incluí a dispensa da carta de condução para estes veículos a partir dos 16 anos.

  • TEMAS:
  • Citroen

  • Ami

  • Eletrico

Veja mais