‘Voltswagen nos EUA’ foi peta de 1 de abril que não caiu lá muito bem...

  • Redação Autoportal
  • 2 abr, 16:42
Voltswagen
Voltswagen

Volkswagen demorou a desmontar 'espírito' do Dia das Mentiras em relação a 'informação' comunicada

Na semana que passou, a Volkswagen of America anunciou a mudança de nome para Voltswagen of America, mas, afinal, isso não é verdade. Este ‘anúncio’ não foi mais do que uma mentira de 1 de abril feita com alguma antecipação.

O facto de a peta ter sido lançada a alguma distância do Dia das Mentiras e, sobretudo, ter sido dada como notícia verdadeira pela Volkswagen acabou por não cair lá muito bem...

PUB

A mudança para Voltswagen foi encenada como uma situação verdadeira apontando o caminho da eletrificação da marca – como aqui também noticiámos, com base em comunicado que já não existe – e depois reforçada com o motivo da promoção da chegada do VW ID.4 ao mercado.

O que caiu mal foi que esta ‘informação’ feita em antecipação na terça-feira 30 de março pela VW com o ‘espírito’ do Dia das Mentiras foi comunicada e assegurada como verdadeira e demorou a ser ‘desmentida’ oficialmente.

A Associated Press foi um dos órgãos noticiosos que recebeu o que chama de “falso comunicado” incluindo-se nos que o publicaram como notícia verdadeira já depois de terem garantido a confirmação “de que não era falsa”.

PUB

Esse desmentido da Volkswagen só aconteceu mais tarde no dia 30 de março quando a ‘notícia’ já circulava como verdadeira.

Para a Volkswagen, o mais importante deste episódio parece mesmo ser o falatório que se gerou e gera à volta da marca. Mas, já a AP ou o «The Washington Post», não deixam de questionar se, para uma marca que tenta restaurar uma imagem, especialmente nos EUA, danificada pelo escândalo ‘Dieselgate’, este será o caminho indicado...

PUB
Continuar a ler

RELACIONADOS

Volkswagen muda de nome nos EUA rumo à e-mobilidade

COMPUTADOR DE BORDO

Saiba como deve circular em rotundas de forma correta

Fique a saber como são as novas cartas de condução

Descontos nas portagens das ex-Scut de Algarve e Interior vão até aos 55%

VEJA MAIS

MAIS LIDAS