Soluções de mobilidade e serviços de energia até domingo na Alfândega do Porto

Fotos: AWAY

Veículos elétricos e híbridos, motas 100% elétricas e soluções de economia circular são alguns dos projetos que estão na Alfândega do Porto, num evento dedicado à mobilidade e serviços durante o fim de semana

O 5.º Salão do Automóvel Híbrido e Elétrico (SAHE) abriu hoje na Alfândega do Porto e pode ser visitado durante o fim de semana. A AWAY esteve lá e diz-te o que não podes perder. E, acredita, é muita coisa.

Como era de esperar, as principais marcas de automóveis marcaram presença com as suas propostas híbridas e elétricas que fizeram as delícias dos visitantes. Destacamos, entre outros, o novo crossover 100% elétrico da Nissan, o Ariya, que deverá chegar ao mercado português já no verão de 2022.

PUB
Fica a conhecer o novo Nissan Ariya
PUB

Mas pelos corredores e salas da Alfândega do Porto, havia muito mais para ver do que só veículos elétricos (VE) e híbridos. Porque, no final do dia, tornar a mobilidade sustentável significa arranjar soluções de carregamento, criar outro tipo de mobilidade elétrica e, muitas vezes, investir na economia circular.

Zero Motorcycles

As motas elétricas estão em grande no salão e não pudemos deixar de as conhecer. Diretamente da Califórnia, nos Estados Unidos, veio a Zero Motorcycles com a sua oferta de motas elétricas. Chegou a Portugal há pouco mais de dois meses e tem opções com zero emissões e com cilindrada até 125 CC, mas também com maior potência, para os amantes do veículo de duas rodas quem tem carta A.

PUB

As marcas portuguesas de duas rodas também se destacaram. Conhecemos a Moti, uma empresa de motas 100% elétricas lisboeta, que tem uma gama bastante extensa. Tirando a mota com mais potência – que ainda assim pode ser usada por quem tem carta B e mais de 25 anos - todos os outros modelos são alimentadas com baterias amovíveis que podem ser carregadas na tomada de casa.

PUB
Famel

Um dos stands que despertou mais curiosidade foi o da reinventada Famel. Joel Sousa, o engenheiro responsável, estava a apresentar a nova E-XF, uma mota elétrica inspirada na clássica XF-17. O modelo ainda não foi homologado, mas o engenheiro acredita que conseguirá entregar as primeiras unidades desta mota icónica portuguesa já no verão de 2022.

Conhece aqui a nova Famel

Do mundo dos carregamentos elétricos que vão ser a base para que os VE se tornem a regra e não a exceção, surgem várias empresas com soluções inovadoras para carregamentos rápidos ou mais baratos. A Plugged Drive foi criada no Porto e tem uma wallbox que utiliza a energia excedente dos painéis solares para carregar o veículo.

PUB
eVaz Energy

A Volt-E apresentou as várias soluções de carregamento que já têm disponível no mercado, destacando a wallbox para uso privado em prédios que pode ser ligada à rede Mobi.e ou o carregador de fast-charging portátil que pode ser usado em qualquer lado desde que esteja ligado à corrente.

Outra empresa que chamou a atenção pela sua inovação foi a e.Vaz Energy que surgiu no mercado com o seu cartão de carregamento, mas tem feito pesquisa para expandir a sua oferta. Neste momento, está a apostar na economia circular e está a dar uma segunda vida a baterias de VE. O projeto que apresentaram permite pegar nestas baterias e usá-las para motores de barcos ou então para armazenar energia de painéis solares.

Buggy ADESS AG

A última paragem da nossa reportagem é o stand da Galp. Para além dos jogos que deixam qualquer um curioso, a empresa de energia apresentou o T3EV, o primeiro buggy elétrico de competição que está a patrocinar e que foi desenvolvido pela ADESS AG (ADESS AG – Advanced Design and Engineering Systems Solutions AG).

PUB
PUB

Tudo isto para conhecer na Alfândega do Porto até ao próximo domingo.

 

 

Continuar a ler

RELACIONADOS

O mais rápido carregador de veículos elétricos do mundo é apresentado pela ABB

Novos postos de carregamento elétrico ultrarrápido na A4, em Penafiel

Nissan revela toda a gama do novo crossover Ariya 100% elétrico para Portugal

Motociclo Famel regressa ao mercado, mas agora em modo elétrico

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS