Conhecemos o novo Opel Astra e vimos as novidades e os preços

  • Pedro Calhau
Novo Opel Astra apresenta-se a Portugal
Os novos Opel Astra e Astra Sports Tourer
Novos motores mais eficientes em duas variantes que partilham também a mesma renovação interior

O novo Opel Astra apresentou-se a Portugal nesta quarta-feira nas variantes hatchback e carrinha (Sports Tourer) com a sua nova geração de motores fulcral para que a marca o destaque como “o Astra mais eficiente de sempre” com uma redução até 21% nas emissões face ao modelo anterior.

A eficiência é a “chave” do presente para a Opel na apresentação de um novo modelo 200 kg mais leve do que o anterior com uma arquitetura completamente nova, a nova geração de motores e uma aerodinâmica que se assume “referencial”.

Como exemplos de charneira para chegar à meta europeia dos 95 g/km em 2021 no que respeita as emissões, a Opel destaca os novos motores 1.2 turbo com a 99 g/km nas versões a gasolina e o 1.5 turbodiesel com 92 g/km, com consumos, nas respetivas versões também, de 4,3l/100 km e 3,5l/100 km.

O novo Astra apresenta uma evolução no chassi, uma direção mais direta e novos amortecedores (que aumentam também o conforto – facilmente notado em condução) com pressão mais acentuada na versão mais dinâmica do chassi, também com eixo com paralelogramo de Watt.

O desempenho aerodinâmico trabalhado em túnel de vento permitiu uma evolução até aos 0.26 Cd no coeficiente de resistência ao vento – quer no carro quer na carrinha -; desempenho para o qual também contribui a nova cortina integral ativa na grelha dianteira – e que a par da melhoria aerodinâmica (além dos benefícios térmicos) ganha logo uma redução de 2 g/km.

No centro do desempenho mais eficiente dos novos Astra e Astra Sports Tourer está, como já dissemos, a nova geração de motores de três cilindros. Para Portugal virão as versões 1,2 litros turbo de 130 cv e 1.4 litros turbo de 145 cv, no que respeita à gasolina, e a versão 1,5 litros turbodiesel de 122 cv.

O Astra e o Astra Sports Tourer com o bloco 1,2 litros com 130 cv de potência e 225 Nm de binário (92 g/km de emissões e 4,3 l/km de consumo em regime misto) estão disponíveis em três níveis de equipamento e com a caixa manual de seis velocidades. Já o bloco 1,4 litros com 145 cv e 236 Nm sé está disponível na versão mais alta de equipamento e com a caixa automática de variação contínua de sete velocidades acoplada.

Já quanto ao diesel, carro e carrinha dispõem do bloco 1,5 litros com 122 cv de potência e 330 Nm de binário com a caixa manual de deis velocidades e também dos três níveis de equipamento. Mas a Opel faz também a estreia da caixa automática de nove velocidades como opção para a versão com o nível de equipamento mais elevado.

Neste primeiro contacto, conhecemos o Astra com o motor 1.2L e o Astra Tourer, ambos na versão Ultimate com o nível de equipamento mais alto. O conforto é o mesmo em espaço idêntico para os ocupantes com a carrinha a ‘fazer inveja’ ao seu irmão mais pequeno apenas pelo espaço de carga (540 contra 370 litros) e com o controlo elétrico da mala.

Motores diferentes, mas ambos sem desmerecerem os mesmos pedidos – com a mesma caixa manual de seis velocidade à altura na sua suavidade – entre os curtos percursos em cidade e autoestrada realizados nesta apresentação na zona ribeirinha ocidental de Lisboa.

Com uma condução muito fácil – e especialmente agradável no hatchback para quem o fazia sozinho no carro –, o conforto que faz parte desta renovação interior do Opel Astra é algo que se faz sentir desde os bancos desportivos que incluem apoios de pernas até à fácil utilização do sistema de navegação em tempo real passando pelo espaço que se ganha com o travão de estacionamento elétrico e pela comodidade da câmara traseira – recorde-se que se está a falar do equipamento Ultimate (que inclui o sistema multimédia Navi Pro de série) onde também se inclui o carregamento de telefone sem fis.

Esta renovação interior passa pela introdução de uma vasta série de assistentes ativos e passivos da condução – que não foi obviamente possível testar nesta apresentação de primeiro contacto – mas cuja competência de alguns se mostra logo, como o alerta de ângulo morto a deteção de peões.

Aquela é uma das ferramentas do novo alerta de colisão dianteira iminente com travagem automática de emergência num pacote vasto de assistentes onde também estão, por exemplo, programador de velocidade adaptativo, indicador de distância para o veículo da frente, reconhecimento de sinais de trânsito ou o sistema ativo de manutenção de faixa com correção – também experimentado com sucesso.

Vários destes assistentes não estão compreendidos de série no primeiro nível de equipamento – já se sabe que com mais conforto, luxo e tecnologia, os valores diferem. Fique assim a conhecer a tabela de preços para Portugal do novo Opel Astra – que está a chegar aos concessionários e em janeiro já estará nas mãos dos primeiros clientes.

Opel Astra

Opel Astra Sports Tourer

  
  • TEMAS:
  • Opel

  • Astra

  • Sports Tourer

Veja mais