Caterpillar deixa supercarros reduzidos a sucata

O contrabando de veículos é punido de forma exemplar nas Filipinas e aquele adjetivo é aplicado com toda a razão de ser, pois os carros apreendidos são destruídos como exemplo dissuasor do crime.

Na passada sexta-feira, procedeu-se à segunda destruição massiva do ano com um total de 21 veículos desfeitos para, segundo a agência de notícias local, dar um exemplo de 58,5 milhões de pesos filipinos (mais de 1 milhão de euros).

No Porto de Manila, a Agência Alfandegária das Filipinas procedeu à destruição dos sete carros de luxo onde estavam incluídos modelos como um Mclaren 620R, um Bentley Flying Spur, um Porsche 911, um Lotus Elise, um Mercedes SLK, um Hyundai Genesis e um Toyota Solara.

VEJA MAIS

MAIS VISTAS