Bell notification
Deseja receber notificações
autoportal.iol.pt
Permitir
Anular

Ghosn garante que família nada teve a ver com fuga do Japão para o Líbano

qui, 2 jan

O homem que já foi um dos gestores mais admirados do mundo é agora objeto de todas as interrogações.

Carlos Ghosn, o ex-patrão da Renault-Nissan, fugiu de forma espetacular e misteriosa do Japão, onde aguardava julgamento por fraude em prisão domiciliária.

A imprensa do Líbano, onde o gestor tem casa e onde se recolheu, tem divulgado informações supreendentes sobre a fuga.

Ghosn, que tem nacionalidade libanesa, brasileira e francesa, terá fugido no interior da caixa de um grande instrumento musical e depois foi transportado por aviões privados que fizeram escala na Turquia. O plano terá sido delineado pela mulher do gestor.

A fuga está a ser encarada como humilhante no Japão e as autoridades libanesas já afiramaram que não vão extraditar o gestor.

Veja mais