Andrea Dovizioso: “Vou continuar a ser o líder da Ducati”

  • Redação Autoportal
Andrea Dovizioso (Ducati)
Andrea Dovizioso (Ducati)

Andrea Dovizioso terminou a temporada de 2018 do mundial de MotoGP, como vice-campeão, o mesmo lugar que ocupou em 2017.

O piloto da Ducati não teve uma época fácil e a rivalidade com Jorge Lorenzo, o seu companheiro de equipa, criou mesmo algumas dificuldades à formação de Borgo Panigale.

Na próxima temporada, Dovizioso vai contar com Danilo Petrucci como companheiro de equipa, que vai ocupar o lugar de Jorge Lorenzo que vai passar a representar a equipa da Honda.

Dovizioso é agora mais do que nunca visto como o principal piloto da Ducati, contudo o piloto italiano assegurou em entrevista à «Gazzetta dello Sport» que sempre ocupou esse lugar, mesmo coma chegada de Jorge Lorenzo, uma vez que sempre teve ao dispor as mesmas condições que o seu companheiro de equipa para lutar pelo título.

“Sempre fui líder na Ducati, ainda que outras pessoas quisessem ver as coisas de forma diferente. Eu nunca senti o contrário, sabia que teria o mesmo material do Lorenzo, o adequado para tentar ganhar o Mundial. Mas isso nunca foi um problema, eu joguei as minhas cartas e o resto todos já sabem como foi”, sublinhou Dovizioso.

O vice-campeão de MotoGP reconheceu ainda que a temporada de 2018 acabou por ser bastante importante para a equipa, apesar de não ter conquistado o título. "Este ano demos um salto importante, mesmo sem lutar pelo título até à última corrida, mas conseguimos mostrar que estamos mais fortes e por isso temos boas condições para começar melhor a próxima época”.

VEJA TAMBÉM:

Comentários

Veja mais