GP da Tailândia: Dovi na frente, Lorenzo no chão e Yamaha na luta

  • Redação Autoportal
Andrea Dovizioso (Lusa)
Andrea Dovizioso (Lusa)

Os segundos Treinos Livres para o GP da Tailândia de MotoGP ficaram marcados por nova queda de Jorge Lorenzo cuja violência deixou a Ducati do espanhol dividida em duas partes na pista de Buriram.

A sessão foi interrompida para limpeza da pista enquanto Lorenzo – ainda a recuperar das lesões no pé direito depois da queda em Aragão – foi transportado para o centro médico do circuito – permanecendo apto para continuar o fim de semana em prova

A Ducati informou que a moto do espanhol será objeto de análise depois de o som transmitido pela televisão ter parecido mostrar que “algo estranho aconteceu”.

Andrea Dovizioso foi o piloto mais rápido nos tempos combinados desta sexta-feira rodando em 1m31.090s nos TL2. O italiano deixou Maverick Viñales a 31 centésimos num bom primeiro dia para a Yamaha tendo o espanhol sido mais rápido nos TL1 e sendo seguido por Valentino Rossi.

Marc Márquez ficou pelo quarto tempo combinado de um dia que terminou com os quatro primeiros separados por menos 1 décimo de segundo e com 1 segundo a separar o mais rápido do 17.º.

Tempos combinados após os TL2:

[artigo atualizado]

VEJA TAMBÉM:

Prepare-se para madrugadas em cheio: horários da F1, MotoGP e Moto2

Comentários

Veja mais