Toto Wolff: “Penalização a Leclerc obrigava a escolta para sairmos de Monza"

  • Redação Autoportal
Toto Wolff - Mercedes
Toto Wolff - Mercedes
Responsável da Mercedes acredita que comissários desportivos foram pressionados pelo ambiente

O responsável pela equipa da Mercedes na Fórmula 1, Toto Wolff, acredita que os comissários do GP de Itália foram pressionados pelo ambiente para não penalizar Charles Leclerc (Ferrari).

Wolff diz entender a situação, mas que os comissários pouco mais poderiam ter feito.

"Os comissários estavam numa situação muito difícil, porque precisavam de tomar decisões sobre um contexto que não está bem definido. A corrida de Monza foi muito difícil e acho que o comportamento de Lewis Hamilton foi essencial para evitar um acidente com Leclerc. Mas, no final, que mais podiam fazer os comissários?”, questionou Wolff.

Nesse sentido o homem forte da Mercedes não tem duvidas que uma,“penalização a Leclerc, numa altura em que liderava o GP de Itália, obrigava a uma escolta policial para sairmos de Monza”, reforçou Toto Wolff.

  • TEMAS:
  • Fórmula 1

  • GP de Itália

  • Tpoto Wolff

Veja mais