Miguel Oliveira quer um “resultado que corresponda às expetativas: lutar pela vitória”

  • Redação Autoportal
  • 4 nov, 18:55
Miguel Oliveira (Lusa)
Miguel Oliveira (Lusa)

Miguel Oliveira regressa a Portugal com a expetativa de lutar pela vitória no GP do Algarve de MotoGP deste fim de semana.

O Falcão sabe que essas são as expetativas dos fãs portugueses que vão estar pela primeira vez a ver uma corrida sua da categoria rainha em casa e também não faz por menos do que lutar para ganhar no que respeita às suas próprias esperanças.

PUB

O piloto português ganhou a única corrida de MotoGP que o Autódromo Internacional do Algarve (AIA) recebeu – ainda sem público – no ano passado. Na primeira passagem do Mundial deste ano por Portimão, Miguel Oliveira terminou no último lugar decidido a acabar a prova para não selar a corrida de casa com um abandono.

Este domingo marcará a segunda passagem pelo AIA da temporada e as expetativas nesta altura do campeonato, quando só faltam este GP do Algarve e a prova de Valência para terminar a época são “boas”, pois, o andamento conseguido no último grande prémio é animador.

“O momento em que chegamos aqui é muito diferente da outra corrida em Portimão. O início da época foi muito difícil para nós, não tínhamos um bom conjunto para termos um bom desempenho e chegámos aqui com muitas dificuldades. Foi um fim de semana difícil”, recordou o piloto luso em declarações ao MotoGP.

PUB

Da mesma forma, o Falcão frisa que a sua competitividade e a da KTM subiram e que, agora, volta a poder aspirar aos lugares cimeiros: “Com o campeonato a chegar ao final, vimos de um grande prémio em que fomos muito competitivos e capazes de fazer um fim de semana muito sólido, não obstante o acidente no final da corrida, com um possível pódio.”

PUB

“Chegamos aqui muito mais confiantes. E descontraídos, porque o campeonato está a chegar ao fim. Esperamos desfrutar e conseguir duas corridas fortes neste final de época”, assumiu o piloto português considerando “muito bom” ter o apoio dos seus fãs.

Ter os adeptos portugueses a puxar por si pela primeira vez nas bancadas “traz um sabor especial ao grande prémio de casa”. “Agora podemos estar juntos pela primeira vez. E vai ser uma grande oportunidade para os fãs verem as máquinas do MotoGP, para verem o piloto da casa e vai ser interessante ver a reação deles”, explicitou o português.

À espera de uma festa que já começou com o cortejo de motards em que seguiu desde Almada até Portimão, Miguel Oliveira não faz por menos do que lutar para ganhar e juntar uma festa de vitória à festa que já existe por correr em casa. “Esperamos que gostem do espetáculo e que o resultado corresponde às expetativas, que são as mesmas que as minhas: lutar no final pela vitória neste grande prémio.”

PUB

O GP do Algarve é a 17.ª e penúltima prova da temporada de MotoGP e pode ficar a par do programa do fim de semana aqui.

Continuar a ler

RELACIONADOS

Miguel Oliveira volta a correr em Portugal: os horários do GP do Algarve

MotoGP: Miguel Oliveira cai em dia de título mundial para Fabio Quartararo

Luta pelo título da F1 está de volta: horários do GP México

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS