F1: Ferrari assume que o título de pilotos “tornou-se uma missão impossível”

Sebastian Vettel (Reuters)
Sebastian Vettel (Reuters)

O diretor da equipa de Fórmula 1 da Ferrari assumiu que a vitória no Mundial de Pilotos se tornou uma “missão impossível” para Sebastian Vettel, mesmo que considere que as contas não estejam já fechadas no próximo GP dos EUA.

Maurizio Arrivabene faz, ao mesmo tempo, questão de dar um voto de confiança a Sebastian Vettel quando Lewis Hamilton caminha para o pentacameonato na presente época 2018 da F1 – precisando ainda, segundo confia o italiano, de mais do que apenas o próximo passo.

"Tornou-se uma missão impossível, mas não acabou. Em Austin, não entramos derrotados, quero dizer isso claramente”, afirmou Arrivabene em declarações à «Gazzetta dello Sport”.

O diretor da Scuderia, por outro lado, frisou ter a “certeza de que, mais cedo ou mais tarde, Sebastian Vettel vai ganhar o Campeonato do Mundo ao volante da Ferrari. “Acho que ele tem algo a ver com Schumacher: ele é alemão, mas muito italiano por dentro e ligado a Maranello desde cedo."

VEJA TAMBÉM:

Fórmula 1: as contas para o título de Hamilton nos EUA

Comentários

Veja mais