Citroën My Ami Cargo, o pequeno veículo elétrico citadino agora em versão business

Versão de passageiros em Portugal já em julho abaixo de 7 mil euros. Versão comercial My Ami Cargo estará disponível mais tarde e irá contemplar opções de regime de aluguer de curta duração

Que a marca francesa quer revolucionar a mobilidade urbana já se tinha percebido desde o momento do lançamento do pequeno Ami. Um modelo citadino 100 por cento elétrico, com apenas dois lugares e a possibilidade de poder ser conduzido sem carta. Chegou a estar previsto chegar ao mercado nacional no ano passado, mas a pandemia atrasou as intenções da Citroën e agora irá surgir no nosso mercado também em versão comercial.

O Citroën My Ami Cargo, destina-se aos negócios - tal como ele - também de pequena dimensão, e, é em quase tudo idêntico à versão de passageiros. Apresenta 2,41 metros de comprimento, 1,39 metros de largura e 1,52 metros de altura. Foi inteiramente pensado para vencer no trânsito citadino – tem um diâmetro de viragem de apenas 7,20 metros).

PUB

O compromisso de zero emissões fica assegurado, com a presença de uma bateria de 5,5 kWh que lhe assegura uma autonomia de 75 km e que pode ser carregado numa tomada doméstica em três horas. A motorização está entregue a um gerador de 6 kW, que permite ao My Ami Cargo uma velocidade máxima de 45 km/h, ideal para a cidade.

PUB

O seu peso fica nos 485 kg em vazio, com a capacidade de carga a alcançar 140 kg de peso e uma volumetria total de 400 litros, contando todos os compartimentos.

E como é que a Citroën adaptou a versão de passageiros para este My Ami Cargo?

Pois bem, como já percebeu pelas imagens, ao Ami que se conheceu em 2020 subtraiu-se o lugar do “pendura”. Ou seja, a área do passageiro passa a ter um espaço de armazenamento de 260 litros onde é possível acomodar os 140 kg de carga útil. Esta zona fica protegida por uma divisória em plástico rígido. E, ainda assim o condutor consegue manter o ângulo de visão desimpedido em todo o seu redor.

PUB

A cobertura desta zona funciona como prateleira de apoio ou suporte, tendo a capacidade de acomodar 40 kg mais do que suficiente para ter um portátil em cima, ou um sistema de pagamento automático, por exemplo.

O piso do My Ami Cargo é ajustável em dois níveis, permitindo o transporte de objetos com até 1,20 metros de comprimento, que poderão ser fixos através de correias de fixação instaladas.

PUB

Na zona traseira há ainda outro compartimento, trancado por um botão no topo, que assegura um local para guardar objetos mais pequenos como um smartphone ou uma carteira, em total segurança.

A versão de passageiros será a primeira a chegar ao mercado nacional, estando prevista pelo importador nacional já para o próximo mês de Julho, com um preço indicativo abaixo dos 7 mil euros. Este novo conceito My Ami Cargo deverá chegar posteriormente.

Em França, primeiro mercado a receber já ambos os modelos, o Ami conta com incentivos fiscais da ordem dos €900 e o preço para o My Ami Cargo irá começar nos 6.490 euros. Existe também a possibilidade de as empresas terem um sistema de aluguer de longa duração com valor mensal a começar nos 24,18 euros por mês, para contratos de 48 meses.

Para o mercado português de salientar que o importador nacional conta poder disponibilizar várias soluções de utilização, que podem passar por compra, ALD, ou até muito interessantes alugueres de curta duração, car-sharing, entre outras. Os preços, assegura de igual forma fonte do importador, não deverão ficar muito longe do praticado em França, pois a aposta da Citroën para este produto é transversal a toda a Europa.

PUB
PUB

Mobilidade elétrica acessível, também para pequenos negócios ou entregas de menor dimensão, a caminho, ficamos à espera!

Continuar a ler

RELACIONADOS

Domino's Pizza utiliza carro elétrico autónomo nos EUA

Citroën Berlingo torna-se elétrico de passageiros multiusos

Elétrico sem carta por 7 mil euros: Citroën lança o AMI

Testámos o novo Twingo Electric: o 100% elétrico mais barato do mercado

COMPUTADOR DE BORDO

Veja como deve circular nas rotundas de forma correta (ciclistas também)

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

VEJA MAIS

MAIS LIDAS