Presidente da Renault nomeado para o conselho de administração da Nissan

  • Redação Autoportal
Jean-Dominique Senard (Reuters)
Jean-Dominique Senard (Reuters)

Acionistas da Nissan formalizam saída do ex-presidente da fabricante nipónica, detido por má conduta financeira

Os acionistas da Nissan nomearam esta segunda-feira o presidente da Renault para o conselho de administração da fabricante nipónica e formalizaram a saída do ex-presidente Carlos Ghosn, detido por má conduta financeira.

Durante a assembleia-geral extraordinária, que decorreu em Tóquio, com mais de 4.000 acionistas presentes, foi ainda aprovada a demissão de Greg Kelly, membro do conselho de administração e assessor de Carlos Ghosn, e considerado figura central nas irregularidades financeiras que a empresa sofreu nos últimos anos.

O presidente da Renault, Jean-Dominique Senard, que detém 43% da Nissan, vai ocupar o lugar no conselho de administração que pertencia ainda formalmente a Carlos Ghosn.

A administração tinha dispensado Ghosn da presidência, logo após a primeira detenção, em 19 de novembro, contudo, era necessário a aprovação formal da medida pelos acionistas.

VEJA TAMBÉM:

  • TEMAS:
  • Jean-Dominique Senard,

  • Alianca

  • Nissan

Veja mais