Fiat Panda faz 40 anos e ganha versão Sport

  • Redação Autoportal
  • 21 out 2020, 14:08

Novo modelo vai chegar ao mercado em novembro

A Fiat está a celebrar os 40 anos do conhecido citadino com o lançamento de uma nova geração do popular modelo.

A gama Panda, que vai chegar ao mercado no próximo mês de novembro, ganha agora uma nova variante com a versão Sport, que se junta às já reveladas City Life e Cross.

PUB

Dirigido a um cliente jovem e dinâmico, novo Panda Sport complementa a 'família Sport da Fiat', que atualmente é constituída pelos modelos 500X, 500L e Tipo.

A nova versão do Panda reconhece-se de imediato pela sua inconfundível estética, onde se destacam as novas jantes bicolores de 16 polegadas com tampões pretos e vermelhos, puxadores das portas e suportes dos retrovisores da cor da carroçaria e, como alternativa, em preto brilhante a condizer com um tejadilho preto (opcional).

Para além disso, o novo Panda Sport está dotado de um novo para-choques, saias laterais modificadas e logo 'Sport' em cromado na lateral, por cima do indicador de direção.

No interior, os destaques incluem novo tabliê cor de titânio, painéis das portas específicos, forro do tejadilho preto e novos bancos com revestimento cinzento-escuro, bem como painéis laterais em tecido e pespontos vermelhos.

PUB

O Panda Sport dispõe de série de um novo ecrã tátil de 7 polegadas para o operar o sistema de infoentretenimento compatível com Apple CarPlay e Android Auto, e um suporte para o smartphone.

O novo Panda Sport pode ser equipado, como opcional, com o pacote 'Pandemonio' – clara homenagem ao kit lançado em 2006 no Panda 100 HP – que inclui pinças de travão vermelhas, vidros escurecidos e novo volante em ecopele com pespontos vermelhos.

PUB

Em matéria de motorização, o Panda Sport utiliza com o mesmo bloco que equipa as restantes variantes da nova geração do citadino da Fiat, ou seja, um motor ‘mild hybrid’ de 12V a gasolina de 1.0 Firefly de 3 cilindros com 70 cv de potência, aliado a um motor elétrico BSG que recupera energia nas fases de travagem e desaceleração, armazena-a numa bateria de iões de lítio com capacidade de 11 Ah e usa-a, com um pico de potência de 3,6 kW, para ligar o motor quando em modo Stop&Start de forma a assistir a aceleração.

A transmissão adota a nova caixa manual de 6 velocidades, que segundo a Fiat foi projetada para otimizar o regime de utilização do motor.

PUB
Continuar a ler

RELACIONADOS

Fiat Panda comemora 40 anos de sucesso

Panda e 500 estreiam a nova tecnologia híbrida da Fiat em março

Fiat abre pré-reservas para o 500 ‘la Prima’ berlina e o cabrio elétrico já esgotou

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS