Lamborghini serão todos eletrificados em 2024 antes de chegar o 100% elétrico

  • Redação Autoportal
  • 23 mai, 00:02
Stephan Winkelmann
Stephan Winkelmann

Marca de Sant'Agata Bolognese revela road map ambiental até final da década

A Lamborghini anunciou a estratégia de descarbonização da marca e, em Sant’Agata Bolognese, o cruzamento da sustentabilidade com a tradição de carros de alta performance vai resultar no primeiro modelo totalmente elétrico com o touro como seu emblema.

Se o touro é o símbolo da Lamborghini, também o road map da descarbonização fica sob a sua égide. «Direzione Cor Tauri» («Em direção ao coração do touro») é a designação desta estratégia anunciada em três fases componentes de uma abordagem holística sobre a sustentabilidade ambiental.

PUB

Os modelos com motor de combustão, os híbridos e os totalmente elétricos são diferentes fases de um mesmo caminho que, como frisou o presidente e CEO da marca, Stephan Winkelmann, não só incluirá o maior investimento de sempre, como se manterá fiel à performance seja qual for a motorização.

“A Lamborghini sempre foi sinónimo de uma proeminente excelência tecnológica no fabrico de motores a debitar uma performance extraordinária: este compromisso vai continuar como uma prioridade absoluta na nossa trajetória de inovação.”

PUB

Em mais detalhe, a Lamborghini explica que a primeira das três fases do road map «Direzione Cor Tauri» mantém a “celebração do motor de combustão” no centro até 2022 tendo no seu centro o super SUV sucesso de vendas Urus.

Sem esquecer o Lamborghini Sián de edição limitada que já estreou a eletrificação da marca, Sant’Agata Bolognese (cujas instalações são neutras em carbono desde 2015) vai produzir mais dois modelos V12 com desenvolvimento de motores de combustão que prestem “homenagem” à tradição.

PUB
Lamborghini anuncia dupla de novos V12

O segundo momento deste road map vincará, até 2024, a transição híbrida da marca. A Lamborghini não só lançará o seu primeiro modelo de produção híbrido em 2023 como toda a sua gama será eletrificada no ano seguinte.

“O objetivo interno da marca para esta fase é o de reduzir a emissão de CO2 em 50% até meados de 2025”, informa a Lamborghini destacando a realização de “um investimento sem precedentes: a alocação para quatro anos de mais de 1,5 mil milhões de euros.”

PUB

A terceira fase prevista para a segunda metade da década trará o primeiro carro da marca totalmente elétrico no culminar deste ciclo «Cor Tauri» - com a promessa de que a inovação tecnológica manterá sempre a orientação numa “performance digna de registo”.

Continuar a ler

RELACIONADOS

Lamborghini Essenza SCV12 chega ao jogo mobile Asphalt 9 Legends

Novo vídeo espetacular da Lamborghini abre o apetite para o próximo modelo da Squadra Corse

Museu da Lamborghini reabre com nova exposição: veja as imagens

Lamborghini lança novos serviços conectados para o Huracán EVO

Lamborghini Urus bate recorde de velocidade no gelo

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS