Veja o top 20 das marcas mais vendidas do ano em Portugal

  • Redação Autoportal
  • 5 jan 2021, 12:22
Novos híbridos da Renault
Novos híbridos da Renault

Renault mantém liderança de mais de duas décadas no mercado nacional

O ano de 2020 foi de quebra generalizada no setor automóvel e a queda nas vendas também se refletiu em Portugal com uma descida de praticamente 34% no número de veículos matriculados no mercado nacional.

Os dados revelados pela ACAP - Associação Automóvel de Portugal nesta segunda-feira elucidam sobre a queda generalizada no cenário português relativamente ao mercado de veículos ligeiro de passageiros – com três exceções ‘de luxo’ a subir – e a tabela dos ‘mais vendidos’ mantém-se, na generalidade, semelhante à do ano anterior na sua ordenação decrescente.

PUB

A Renault manteve-se como a marca com mais veículos ligeiros matriculados em 2020 – para o 23.º ano seguido como a mais vendida – assim como a Peugeot continuou no segundo lugar e a Mercedes no terceiro – mantendo a fabricante alemã de Estugarda também a liderança nas marcas ‘premium’.

Neste quadro de descida generalizada em absoluto relativamente a 2019 há marcas que, contudo, tiveram quedas menos significativas do que outras e que ganharam posições no ranking das vendas – como a ‘premium’ BMW a subir ao quarto lugar ‘geral’.

PUB

O top 5 é fechado pela Citroën, que mantém a posição relativamente a 2019 com a queda mais significativa da Fiat nos valores numéricos de vendas – cuja descida percentual de 2020 para 2019 da marca italiana só é ultrapassada pela Opel.

Nos parâmetros que deixam as marcas mais animadas neste cenário de queda generalizada registam-se também os ganhos de quota de mercado por muitas pelo meio da quebra nas vandas para todas: são os casos (no top 20) de Peugeot, Mercedes, BMW, Nissan, Volkswagen, Ford, Hyundai, Dacia, Volvo, Audi, Mini e Tesla.

PUB

O top 20 das marcas com mais veículos ligeiros vendidos em 2020 em Portugal:

1. Renault: 18.613 (variação relativamente a 2019: -35,8%)

2. Peugeot: 15.851 (-33%)

3. Mercedes: 13.752 (-17%)

4. BMW: 10.519 (-24,5%)

5. Citroën: 8.244 (-41,1%)

6. Nissan: 7.313 (-28,5%)

7. Fiat: 7.066 (-53,1%)

8. Seat: 7.056 (-37,6%)

9. Volkswagen: 6.972 (-32,8%)

10. Ford: 6.550 (-27,3%)

11. Toyota: 6.223 (-35,5%)

12. Hyundai: 5.097 (-17%)

13. Opel: 4.674 (-54,2%)

14. Dacia: 4.636 (-29,2%)

PUB

15. Volvo: 4.074 (-23,4%)

16. Kia: 3.296 (-37,4%)

17. Audi: 3.020 (-18,3%)

18. Mini: 1.794 (-30,3%)

19. Tesla: 1.413 (-28,6%)

20. Mitsubishi: 1.403 (-50,1%)

Continuar a ler

RELACIONADOS

Aston Martin, Ferrari e Porsche são quem aumentou as vendas por cá em 2020

Mercado automóvel cai 34% em 2020

Fusão de FCA e PSA para a criação da Stellantis já tem data marcada

Estas são as novidades automóveis anunciadas para 2021

10 dicas: já fez as suas resoluções de ano novo para conduzir melhor?

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS