Bugatti Bolide de 1800 cavalos vai custar 4 milhões de euros

  • Redação Autoportal
  • 18 ago, 12:23

Serão apenas 40 unidades do Bolide que só podem ser usadas em pista, mas houve tantas pessoas a querer, que a Bugatti vai fazer

Começou por ser apenas um concept experimental de desenho arrojado e com capacidade de devorar qualquer quilómetro de pista por esse mundo fora. O Bugatti Bolide foi apresentado em outubro de 2020 (ver aqui), mas rapidamente conquistou a atenção de muitos apaixonados da marca.

Segundo nos diz o Presidente da Bugatti, Stephan Winkelmann, “após a sua apresentação, um número significativo de entusiastas e colecionadores pediram-nos para desenvolver uma versão de produção do Bolide. E por essa mesma razão, decidimos efetuar uma produção muito limitada deste modelo, para que 40 clientes tivessem a oportunidade de experimentarem este incrível veículo”. Pelo menos, 40 clientes que tenham a capacidade de investir cerca de quatro milhões de euros, que é o valor necessário para a aquisição deste Bolide de produção.

PUB
Galeria de imagens: Sabia que Ronaldo é apreciador de Bugatti?
PUB

O Bugatti Bolide, ou carro de corrida, em francês, usa uma aerodinâmica perfeitamente adaptada a conseguir extrair o melhor que a física permite em termos dinâmicos e tem um visual que não deixará indiferente qualquer apaixonado por automóveis. Usa um motor W16 com oito litros de cilindrada e soma qualquer coisa como 1800 cavalos de potência, que passam para o asfalto com a ajuda da caixa automática de sete velocidades e dupla embraiagem, mas também do sistema de tração integral.

PUB
Veja aqui imagens do Chiron SuperSport em pista

As versões de produção do Bugatti Bolide não terão autorização para ser conduzidas na via pública, apenas em circuito. E para dar uma ajuda neste ponto, todos os Bolide serão produzidos cumprindo as normas da FIA (Fédération Internationale de l'Automobile), que obrigam à inclusão de cintos de segurança de seis apoios, um sistema automático de extinção de incêndios, rodas com aperto central e um sistema de reabastecimento de pressão, tal como vemos na quase totalidade dos modelos que vemos em pista.

PUB
Vídeo do Chiron Pur Sport nas montanhas do Dubai

Também comum a todos os Bolide será a arrojada aerodinâmica, com uma secção dianteira inspirada nos modelos de Fórmula 1 e com um extrator traseiro de dimensões muito generosas e que casam na perfeição com a enorme asa traseira. O resultado é uma força descendente bastante elevada e que cola os 1240 quilos do Bolide ao asfalto, tornando-o ainda mais eficaz.

Entre os números divulgados, o destaque vai para a aceleração dos 0 aos 100 km/h em apenas 2,17 segundos, mas este é um dos modelos que gostávamos de ver a disputar o tempo da melhor volta ao Nordschleife.

PUB

As entregas aos clientes deverão começar em 2024, sendo que a Bugatti já está a organizar alguns eventos em pista, com o objetivo de proporcionar aos seus clientes a melhor experiência de condução possível.

Continuar a ler

RELACIONADOS

Veyron é o primeiro Bugatti com certificado de autenticidade

Bugatti Rimac é a nova marca a ter em conta com patrocínio da Porsche

Bugatti Chiron Super Sport: a hiperfusão de 1.600 cv entre o luxo e a velocidade

Bugatti Chiron Pur Sport nas montanhas do Dubai

Comprou um Bugatti Chiron Sport chamado Alice para oferecer à mulher

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS